Cientistas de foguetes dizem que encontraram a solução para capotamentos de caminhões

Como começou?

A startup Axicle Engineering tem um protótipo de quinta roda que, segundo seu fundador, pode detectar e soltar um trailer de um trator Classe 8 antes que ele capote, mantendo o motorista seguro na cabine.

Então imagine conseguir salvar o caminhão do capotamento apertando um simples botão, economizando alguns milhões de cargas e principalmente salvando as vidas dos motoristas,

Uma equipe de caminhoneiros – formada por cientistas de foguetes e engenheiros automotivos – está trabalhando em uma solução de quinta roda para reduzir as mortes e ferimentos causados ​​por capotamentos de caminhões e reboques Classe 8 nas rodovias dos Estados Unidos.

A realidade das pistas:

Grandes capotamentos de caminhões mataram mais de 300 pessoas em 2019. Outras 9.000 pessoas ficam feridas em capotagens de caminhões Classe 8 nos EUA a cada ano, de acordo com o Instituto de Seguros para Segurança Rodoviária (IIHS).

E não precisa de muito para enxergar que estatísticas como essas se repetem até com mais frequência em outros países e principalmente no Brasil.

Em 2018 foram registrados cerca de 19 mil acidentes nas rodovias brasileiras que envolviam pelo menos um caminhão. 

Sendo as maiores causas:

  1. Grandes distâncias percorridas em uma única viagem

O Brasil possui um território extenso e, por isso, o veículo e o motorista ficam expostos a riscos por muito tempo. Além da distância, existe a pressão pelo cumprimento de prazos, que contribui para o aumento de acidentes envolvendo veículos de carga.

  1. Descumprimento da Lei do Caminhoneiro

Em geral, o repouso semanal, intervalos para descanso, paradas para almoço e jornada máxima de trabalho são as regras mais desrespeitadas da Lei 13.103, popularmente conhecida como a Lei do Caminhoneiro, criada para dar mais segurança e aumentar a qualidade de vida dos motoristas. Porém, se não for respeitada, pode trazer graves consequências, uma vez que sono, fome e fadiga geram perda de reflexo significativa. Dessa forma, a segurança do motorista e de todos que cruzam seu caminho fica comprometida.

  1. Caminhões com excesso de carga

Apesar da fiscalização exercida pelos órgãos governamentais, não é raro encontrarmos caminhões trafegando com peso acima do limite permitido. Esse tipo de situação, além de prejudicar a infraestrutura das estradas, é um fator de risco e contribui para a ocorrência de acidentes.

  1. Imprudência dos motoristas

O comportamento do condutor é determinante para a ocorrência de acidentes. Os problemas são muitos: ultrapassagens em locais proibidos, alta velocidade, falta de sinalização, entre outros. Tudo isso aumenta a insegurança nas rodovias e causa inúmeros sinistros, muitas vezes fatais.

  1. Rotas mal planejadas

A má conservação das estradas e rodovias brasileiras é um dos maiores desencadeadores de acidentes de trânsito. São buracos, má sinalização ou mesmo lombadas mal posicionadas. Por isso, é imprescindível que a operação de transporte seja feita com rotas planejadas, levando em consideração todas as adversidades e obstáculos que as estradas apresentam.

Então, o engenheiro mecânico Steve Krug, ex-engenheiro da Tesla com formação em engenharia aeroespacial, fundou a Axicle Engineering para reduzir mortes e ferimentos em estradas. 

Como funciona?

O sistema anti-roll do trator de quinta roda (TARS) de sua empresa detecta um capotamento do trator-trailer antes que aconteça e separa o trailer do trator, permitindo que ele role por conta própria, mantendo o motorista do caminhão seguro dentro da cabine.

“Nossa impressão do protótipo da quinta roda Axicle é que ele é uma virada de jogo para a indústria de transporte”, disse Ryan Scott, gerente de risco da Kysar Millenium Leavitt Insurance , ao Fleet Owner . “Ele pode proteger os dois ativos mais importantes para um proprietário de frota: em primeiro lugar, o motorista, de lesões potencialmente devastadoras ou morte em um acidente de trânsito; em segundo lugar, a própria cabine, que é um item caro para substituir ou consertar após um acidente de capotamento. ”

Durante o auge da pandemia COVID-19 em 2020, Krug lutava para encontrar um novo emprego. Ele se reuniu com alguns ex-colegas da Tesla que haviam trabalhado no projeto Tesla Semi. “Ficamos cientes de que capotamentos eram um problema na indústria de caminhões e um problema não resolvido”, disse Krug à FleetOwner . “Então, acabamos de começar a pensar em como poderíamos resolver isso.”

Esse brainstorming começou com a conceituação de um design inteiramente novo para reboques de trator que evitaria capotamentos. “Mas então descobrimos que poderíamos realmente ter um produto universal que pode ser adaptado ou facilmente instalado em cada semi-caminhão que elimina (capotamentos) em primeiro lugar.”

A equipe de engenharia da Axicle, que inclui os veteranos da SpaceX e da Tesla, desenvolveu a quinta roda Axicle, que usa uma série de sensores para monitorar constantemente o ângulo de rotação e a taxa do trator. Krug disse que seu algoritmo pode detectar os limites de um trailer com 99,99% de precisão. 

E em 0,2 milissegundos após a detecção de uma capotagem do trator, o sistema Axicle aciona um atuador pirotécnico controlado que abre a trava da quinta roda, desacoplando o trailer do caminhão, permitindo que ele tombe enquanto o caminhão permanece em pé. 

A Axicle tem duas patentes pendentes que cobrem o hardware do mecanismo de liberação da quinta roda, software, controles e aerodinâmica do trailer. Atualmente, ela está tentando levantar US $ 10 milhões em financiamento da Série A para apoiar uma produção inicial de 10.000 unidades. Se tudo correr conforme o planejado, Krug prevê produzir cerca de 80.000 quintas rodas por ano. 

Axicle também está trabalhando em uma demonstração pública da tecnologia no final deste ano no Mojave Air and Space Port, que envolveria dirigir um trailer atrás de uma rajada de vento a jato para validar a tecnologia da quinta roda. 

Krug observou que as capotagens de caminhões pesados ​​respondem por cerca de US $ 3,5 bilhões em pagamentos de seguros estimados por ano. Krug vê um grande mercado potencial entre os 2 milhões de caminhões Classe 8 em operação nos Estados Unidos. “Temos margens potencialmente muito altas”, disse ele. “É uma tecnologia de baixo risco do ponto de vista técnico em um mercado altamente endereçável, o que a torna muito atraente para capitalistas de risco.”

Krug disse que já tem cerca de US $ 30 milhões em pré-encomendas da quinta roda, que é vendida por “cerca de US $ 4.000” cada. Esses cerca de 7.500 pedidos foram feitos pela Leavitt Insurance no mês passado. 

Scott, de Leavitt, disse que fez parceria com Krug porque “menos acidentes de capotamento significam mais vidas salvas. Esse é o objetivo desta parceria da quinta roda. ”

Scott explicou que o produto pode mudar a forma como o seguro para caminhões é subscrito. “Caminhões com a quinta roda Axicle instalada se qualificarão para muitos descontos – o que chamamos de ‘créditos programados’ no negócio de seguros – tanto para a cobertura de danos físicos de automóveis quanto para a cobertura de compensação do trabalhador”, disse ele. “O que estamos prevendo é que, quando os créditos programados forem aplicados corretamente, os descontos no prêmio do seguro pagarão o custo da própria quinta roda em três anos ou menos. Nós, da Leavitt, negociamos esses créditos programados com 15 das principais seguradoras de caminhões do mundo, incluindo o sindicato Lloyd’s em Londres. Estamos muito animados para ver os resultados ”.

Além de “algumas frotas muito pequenas”, Krug disse que ainda não abordou as frotas diretamente sobre a nova tecnologia. “Todos nós somos estranhos ao transporte rodoviário, o que pode ser bom porque muitas inovações vêm de estranhos. Não tenho nenhuma conexão com caminhões. Eu nem conheço um caminhoneiro. Tenho um amigo que tem um primo que é caminhoneiro. E ele disse: ‘Isso é incrível. Eu definitivamente compraria isso – especialmente se isso me trouxesse dinheiro’’.

Uma solução para você?

A primeira vista tudo isso que você acabou de conhecer parece muito distante da sua, da minha e da nossa realidade.

Mas isso não é uma verdade absoluta, tecnologias estão sendo desenvolvidas a todo momento sem que nem saibamos como e onde. Ferramentas que mudariam positivamente toda sua operação.

Evitando acidentes e reduzindo os custos da sua operação. Onde você pode comparar a performance do motorista e controlar eventos de excesso de velocidade, uso do celular, frenagens e curvas bruscas.

Se pudesse te resumir do que se trata tudo isso colocaria em 3 pontos:

  • Menos dinheiro saindo do seu bolso.
  • Vidas sendo salvas, com a precaução dessa ferramenta.
  • Mais controle sobre suas operações.

Tudo acima é possivel em um só lugar. Acesse a FleetDesk faça um teste grátis e descubra como você pode salvar suas operações literalmente.

Estamos ansiosos para falar com você e entender tudo que tem para nos contar. Abraços.

Compartilhar conteúdo

Artigos relacionados

Abrir WhatsApp
💬 Precisando de Ajuda?
FleetDesk
Olá 👋
Podemos te Ajudar?